GMIDIA.COM
Aguá e Gás com o atendimento na medida
publicidade

O catarinense Vinicius Lummertz abrindo as portas para o mundo


O catarinense Vinicius Lummertz abrindo as portas para o mundo Nas primeiras entrevistas que concedi à imprensa do país e do exterior logo após a posse no Ministério do Turismo e na primeira viagem internacional que fiz à Argentina e à Itália estabeleci a meta e o desafio que todos nós temos como responsabilidade para com o desenvolvimento nacional e estadual: internacionalizar o país e Santa Catarina e elevar o número de turistas estrangeiros de 6,6 milhões para 12 milhões até 2022. Em Buenos Aires demos passos enormes, junto com o governo argentino, para uma ação efetiva dos dois países em busca dos turistas chineses - hoje os que mais viajam ao redor do planeta, cerca de 130 milhões por ano. O mesmo fizemos com relação à Índia, junto ao ministro do turismo daquele país, K. J. Alphons, para apresentar o potencial brasileiro e desburocratizar o ingresso de indianos no Brasil por meio do visto eletrônico.

No entanto, o primeiro desafio é interno. A prioridade é aprovar no Congresso o projeto que transforma a Embratur em uma poderosa agência internacional, que abre o capital das empresas aéreas para que as nossas empresas possam se capitalizar. Precisamos de voos baratos no Brasil, internamente e externamente, para isso é preciso melhorar o ambiente de negócios. No mesmo projeto estamos fazendo 118 mudanças na Lei Geral do Turismo para desburocratizar. Queremos manter essa janela de oito meses de isenção de importação de equipamentos que conseguimos para parques temáticos. E já conseguimos também a desregulamentação dos voos charters, que vai beneficiar Santa Catarina.

Temos mais mudanças, entre elas crédito e consultoria a municípios numa parceria fechada com o Sebrae e com o BNDES, que terá uma linha de crédito de R$ 5 bilhões. Nosso grande desejo é transformar esses projetos num ambiente de mais concessões e PPPs (parcerias público-privadas). Porque teremos mais investimentos privados. O raciocínio é ter um investimento privado que fomente o público. Se você investe R$ 4 milhões de recursos públicos para fazer o projeto, pode ter R$ 40 milhões de investimentos privados. Esta é a lógica.


fonte: Folha do Oeste



Fernando Bitencourt       02/05/2018 As 09:41:40


Confira nossas ofertas
publicidade

LAURINHA FLORES - FLORICULTURA ONLINE EM GAROPABA


LAURINHA FLORES - FLORICULTURA ONLINE EM GAROPABA

A Laurinha Flores iniciou suas atividades no Rio de Janeiro e agora com sed...


Casa do Celular


Casa do Celular

Películas de vidro, para celulares e tablets, é aqui na Casa do Celular! ...

Galeria de Vídeos

Dia de excelentes ondas Canto Norte da P...

Cobertura de eventos

Quermesse Garopaba 2018 5º diaQuermesse Garopaba 2018 5º dia

Fotos da Região

Fotos de Turismo Turismo

Lazer & Entretenimento

Ski Dunas Bar - Dunas do Siriú Ski Dunas Bar - Dunas do Siriú

Nossos espaços publicitários

Banners
Anúncios VIPs
Anúncios em Destaque

Veja nossa tabela de preços completa e escolha a melhor opção no site que apresenta

Resultados Comprovados!





Central de Vendas: contato@garopabamidia.com.br - Garopaba - SC - Brasil


Desenvolvido por :Afiliado Digital
Copyright 2000-2015 GaropabaMidia.com.br - Todos direitos reservados