GMIDIA.COM
publicidade

DIA 7 DE MARÇO DE 1890 É UMA DATA HISTÓRICA


DIA 7 DE MARÇO DE 1890 É UMA DATA HISTÓRICA O dia 7 de março de 1890 é a data em que Garopaba foi elevada a condição de Vila. Vila São Joaquim de Garopaba através do decreto número 06, assinado pelo governador Lauro Muller. No Brasil colonial, povoações eram elevadas a vilas, e essas a cidades, de acordo o sistema português. No Brasil durante muito tempo, a data correta da fundação de municípios antes da proclamação da república era o dia da criação da vila. Com a vila o arraial ou a freguesia adquiria a sua autonomia político-administrativa, passando a constituir Conselho e depois Câmara de Vereadores, com direito de cobrar impostos, e baixar " posturas " que eram leis municipais, recebia ainda um "juiz de fora", pelourinho e cadeia pública. A existência da câmara indicava a presença da célula político-administrativa. Hoje, no entanto, a palavra "vila" não tem mais valor administrativo no Brasil, sendo usada apenas no sentido informal.

O que pretendemos é fomentar o debate e contribuir para a valorização da História de Garopaba. A época em foco pode ser considerada como intensa e movimentada na então pacata Freguesia quando se considera os diversos registros disponíveis dos quais destacamos algumas para evidenciar o que afirmamos. Destacamos como fontes de relevo para se estudar este período o livro do padre José Artulino Besen sobre os 150 anos da criação da paróquia, os livros os professor Manoel Valentim sobre Garopaba, em especial o que trata de sua História, o livro de Augusto Silva (O Governo da Ilha de Santa Catarina e sua Terra Firme), o livro de José Gonçalves dos Santo Silva (Subsídios Para a História da Província de Santa Catarina), as publicações de Walter Piazza e de Osvaldo Rodrigues Cabral além do livro de Paulo José Miguel de Brito (Memória Política sobre a Província de Santa Catarina) além de várias dissertações que tratam de Garopaba e da documentação disponível no Arquivo Público de Santa Catarina, Biblioteca Pública de Santa Catarina e Arquivo Histórico- Eclesiástico de Santa Catarina, dentre outros.

As condições e motivações que se fizeram presentes no processo de mudança de Freguesia para Vila estão por ser melhor explicitadas. No entanto, a proclamação da República, em 1889, que implicou em várias alterações na composição dos grupos que exerciam o poder em Santa Catarina pode ser indicada como fator influente e que se precisa aprofundar. Santa Catarina passa a ser governada por Lauro Muller, que assina o decreto de criação da Vila, o qual vai liderar juntamente com Hercílio Luz e outros personagens um grupo que se alterna no poder até 1930. A criação da Vila se dá através do decreto nº 6 de 7 de março de 1890, outra data de simbologia histórica, implicando na instalação de instituições municipais e estaduais e na constituição de agentes que passaram a exercer o poder político no âmbito da Vila, mas que guardava relação com os demais poderes. O livro do padre Besen detalha o processo de criação e instalação da Vila reproduzindo atas e a relação dos Intendentes e Conselheiros que ocuparam os respectivos cargos no período de 1890 a 1923, revelando uma lista significativa delideranças atuantes na Vila.

Destaca-se que com a criação da Vila vários órgão foram aqui instalados como agencia de correios, de telégrafos, coletoria, delegacia de polícia, juiz de paz, entre outros, que ilustram o impacto positivo da elevação de Garopaba à condição de Vila. A autonomia para fixar leis, criar impostos, regulamentar aspectos da vida cotidiana, como o Código de Posturas (também reproduzido no livro do Padre. Besen), um precioso documento a ser lembrado por seu precioso conteúdo e valor histórico é outra característica que distingue a relevância de ser Vila. As leis criadas, as correspondências entre as instâncias de governo da Vila e órgãos do governo estadual revelam dados de vários aspectos da vida da população. Considerando o número elevado de dados faremos breves referencias de documentos que entendemos importantes e que ainda estão por serem sistematizados e analisados com mais profundidade para se emitir um parecer, um olhar sobre aspectos relevantes de Garopaba naquele período.

Destacamos entre os documentos disponíveis no Arquivo Público de Santa Catarina a petição de 1889 para elevar Garopaba à condição de “Villa”, do oficio de 16/03/1895 do Superintende de Garopaba ao Presidente da Província de Santa Catarina informando que foi adotada a lei Orgânica de Laguna em Garopaba e outro oficio de 1897 informando a renda do município dos anos de 1894 a 1896 como indicativos de dados relevantes. Dos documentos disponíveis na Biblioteca Pública do Estado de Santa Catarina destacamos a publicação na página 151 do Almanache de Santa Catarina de 1910 textos sobre Garopaba com dados sobre a população, economia, legislação e prédios existentes como também na Revista Indicador Catarinense de 19/9/1920 com informações relevantes sobre a Vila e ainda o Relatório do governador de 1893 onde constam dados significativos como população, ocupantes de cargos e por fim mencionamos dentre os inúmeros dados do Livro do Tombo disponíveis no Arquivo da Diocese, em Florianópolis, o registro da doação de vários bens para a Igreja São Joaquim por José Marques Guimarães (neto de Manoel Marques Guimarães, o administrador da Armação Baleeira) em 11/4/1881, do Provimento e Benzimento da Capela Bom Jesus (ainda de pé no Centro Histórico) e os registros das visitas pastorais dos Bispos à Garopaba desde 1895.

Procuramos ilustrar através das citações acima um flash que pode permitir um entendimento de uma época. Ao que parece dinâmica e movimentada nos planos econômico, político, cultural, religioso e social que estão presentes de forma ativa na paisagem do Centro Histórico de Garopaba, palco onde acontecia os principais fatos da
sociedade garopabense, o que reforça a importância do lugar como também a necessidade de sua valorização como referência importante da memória e da História de Garopaba. Procurando contribuir para valorizar a data o Movimento MARE em parceria com outras entidades promoverá um evento com a finalidade de evidenciar a sua importância e tratará também da presença dos açorianos entre nós que completa neste ano 270 anos da chagada deles em Santa Catarina. O local, data e horário como a programação serão divulgados em breve.



João Pacheco de Souza       16/02/2018 As 15:01:26


Confira nossas ofertas
publicidade

Supermercado Silveira - Centro


Supermercado Silveira - Centro

.


Flats completos na Praia do Rosa


Flats completos na Praia do Rosa

Casas na Praia de Garopaba, uma Casa na Praia do Rosa e 6 Flats completos e...

Galeria de Vídeos

Praia do Rosa, sol nascente!!

Cobertura de eventos

Quermesse Garopaba 2018 4º diaQuermesse Garopaba 2018 4º dia

Fotos da Região

Fotos de Ecologia Ecologia

Lazer & Entretenimento

Welcome Brazil Welcome Brazil

Nossos espaços publicitários

Banners
Anúncios VIPs
Anúncios em Destaque

Veja nossa tabela de preços completa e escolha a melhor opção no site que apresenta

Resultados Comprovados!





Central de Vendas: contato@garopabamidia.com.br - Garopaba - SC - Brasil


Desenvolvido por :GaropabaMídia
Copyright 2000-2015 GaropabaMidia.com.br - Todos direitos reservados