GMIDIA.COM
http://www.pousadagamboa.com.br/
publicidade

Festa de Navegantes: uma festa dos e para os pescadores


Festa de Navegantes: uma festa dos e para os pescadores A Festa de Nossa Senhora dos Navegantes em Garopaba, entre outras dimensões, é uma festa que representa ligação espiritual do pescador com as suas atividades no mar e é uma tradição que remonta ao ano de 1921.

Levantando dados sobre esta festa da Igreja Católica encontramos alguns dados: A designação Nossa Senhora dos Navegantes têm início no século XV, com a intensificação da navegação pelos europeus, especialmente pelos portugueses. As pessoas que viajavam pelo mar pediam proteção a Nossa Senhora para retornarem aos seus lares. Ela passa a receber muitos pedidos de intercessão na Idade Média, na época das Cruzadas, quando os portugueses e espanhóis cruzavam o mar Mediterrâneo rumo à Palestina para protegerem os lugares sagrados dos infiéis.

Nesta devoção Maria é chamada também de Estrela do Mar, aquela que protege os navegantes mostrando-lhes sempre o melhor caminho e um porto seguro para a chegada. É a padroeira dos navegantes e dos viajantes. Quando os Portugueses e Espanhóis deram início às grandes navegações, aos descobrimentos de novas rotas e novas terras pelo mundo, a devoção a Senhora dos Navegantes, Estrela do Mar, começou a ser difundida e nunca mais parou. Quase todos os barcos traziam uma imagem de Nossa Senhora dos Navegantes entalhada na proa dos barcos, com uma lâmpada de fogo, que os marujos nunca deixavam se apagar. Sua imagem tem símbolos belos e poderosos. A imagem de Nossa Senhora dos Navegantes é representada por Maria em pé dentro de um barco segurando o Menino Jesus no colo.

A Festa é realizada a 2 de fevereiro de cada ano. Recebeu diversas denominações: Nossa Senhora dos Mares, da Boa Viagem, Estrela do Mar. Pescadores simples e valentes sempre faziam as suas orações a Nossa Senhora dos Navegantes antes de irem para o mar buscar sustento e o trabalho para sobreviverem. Em Santa Catarina são várias as cidades que mantem a devoção a Senhora dos Navegantes.

Em Garopaba, segundo o padre Artulino Besen, que publicou em seu blog uma preciosa biografia do padre Rossi, a festa é realizada pela primeira vez em 1921, ano em que cria a Irmandade de Nossa Senhora dos Navegantes. A festa nos seus primórdios era realizada na época da pesca da tainha e depois passou para inicio de fevereiro. Era organizada a partir do quinhão da Santa, que era recolhido a cada pescaria realizada e o dinheiro arrecadado era aplicado na Festa e na imagem da Santa. Além de responsável pela introdução da Festa em Garopaba o padreRossi dedicou grande parte de sua vida pastoral à Garopaba entre 1918 e 1945/46 aproximadamente. Coordenou duas grandes reformas da Igreja em 1922 e 1930-37, incluindo a construção da torre e da escadaria que passou a fazer parte da paisagem tão marcante no centro histórico. Portanto, a atuação do Padre Rossi merece ser destacada e reconhecida por sua valiosa obra que nos legou, em especial pela Festa que se perpetua.

A Festa em Garopaba já constituiu momento de grade mobilização e envolvimento de parcela significativa da população e atualmente está mais restrita aos pescadores do centro histórico que ainda guardam a tradição sem o glamour de tempos idos. Pode ser tida como um símbolo importante da religiosidade dos garopabenses. O apelo ao divino, ao sagrado, para fazer frente aos perigos do mar revela a sabedoria e a humildade dos pescadores, os quais são responsáveis, em parte, pela formação e desenvolvimento de Garopaba. Finalizando esta coluna transcrevemos em homenagem aos pescadores a oração de Nossa Senhora dos Navegantes:

“Ó Nossa Senhora dos Navegantes, Santíssima filha de Deus, criador do céu, da terra, dos rios, lagos e mares; protegei-me em todas as minhas viagens.Que ventos, tempestades, raios ou ressacas não perturbem a minha embarcação, e que nenhuma criatura, nem incidentes imprevistos causem alteração e atraso na minha viagem, ou me desviem da rota traçada. Virgem Maria, Senhora dos Navegantes, minha vida é a travessia de um mar furioso. As tentações, os fracassos e as desilusões são ondas impetuosas que ameaçam afundar minha frágil embarcação no abismo do desânimo e do desespero.”

Que a festa deste ano retome o seu brilho e animação.





João Pacheco de Souza       23/01/2018 As 15:15:55


Garopaba Internacional - Plantão de Vendas.


Garopaba Internacional - Plantão de Vendas.

A melhor Infraestrutura de lazer está aqui! Um grande parque de águas; p...


Casa no Rosa - Maricléia Antônio


Casa no Rosa - Maricléia Antônio

Excelente casa com pátio amplo e fechado, portão eletrônico, internet, c...

Galeria de Vídeos

Nova iluminação de LED já embeleza a ...

Cobertura de eventos

Ferraz x EncantadenseFerraz x Encantadense

Fotos da Região

Fotos de Ecologia Ecologia

Lazer & Entretenimento

Fazenda Rio Encantado Fazenda Rio Encantado

Nossos espaços publicitários

Banners
Anúncios VIPs
Anúncios em Destaque

Veja nossa tabela de preços completa e escolha a melhor opção no site que apresenta

Resultados Comprovados!





Central de Vendas: contato@garopabamidia.com.br - Garopaba - SC - Brasil


Desenvolvido por :GaropabaMídia
Copyright 2000-2015 GaropabaMidia.com.br - Todos direitos reservados