GMIDIA.COM
publicidade

Jurerê Internacional - Beach Clubs podem ser demolidos em 30 dias


Jurerê Internacional - Beach Clubs podem ser demolidos em 30 dias O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, derrubou na tarde desta terça-feira o efeito suspensivo que impedia a demolição dos beachs clubs em Jurerê Internacional, em Florianópolis. Até então, o destino dos estabelecimentos aguardaria o julgamento do mérito do processo, segundo decisão do próprio tribunal. A defesa dos beach clubs vai recorrer.

A decisão da turma - por maioria - também está disponível no site do tribunal. O advogado Rafael de Assis Horn, que representa a Habitasul, tomou conhecimento da decisão e disse que foi pego de surpresa.

Ele classificou o caso como "incompreensível":

— Foi muito estranho, não teve sustentação oral. É um recurso de embargos declaratórios, um recurso que serve apenas para sanar alguma omissão que houvesse no julgamento anterior, mas não para mudar o julgamento anterior — afirmou Horn.

O efeito suspensivo que impedia a demolição dos beach clubs foi analisado em novembro de 2016 pela mesma 3ª turma do TRF-4. Na época, a turma era composta pelos desembargadores Sérgio Renato Tejada Garcia, Ricardo do Valle Pereira e Fernando Quadros da Silva, este relator do processo, que aceitaram por unanimidade a apelação dos empresários responsáveis pelos beach clubs e decidiram que a decisão final sobre a demolição parcial dos empreendimentos deveria aguardar o julgamento do mérito do caso.

O voto pela derrubada do efeito suspensivo foi dado pelos desembargadores Marga Inge Barth Tessler e Rogério Favreto, que não faziam parte da 3ª turma em 2016.

O advogado Rafael de Assis Horn acredita que por isso voltaram atrás da decisão de novembro:

— Acho que o Tribunal tem todas as condições de reexaminar a questão e voltar atrás até o julgamento definitivo. Confio que foi um lapso, que passou desapercebido, até porque mudou a composição da turma, não era a turma que havia julgado antes. Acredito que tenha sido por esse motivo, passou desapercebido essa questão.

Leia mais em:

http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2017/08/trf-4-derruba-efeito-suspensivo-que-impedia-demolicao-dos-beach-clubs-9877223.html

Fonte: Diário Catarinense

Por EDUARDO BARROS DE CARVALHO GIL, Advogado no escritório COLPO & CARVALHO Advogados.



Eduardo B. de Carvalho Gil       23/08/2017 As 09:38:04


publicidade

LAURINHA FLORES - FLORICULTURA ONLINE EM GAROPABA


LAURINHA FLORES - FLORICULTURA ONLINE EM GAROPABA

A Laurinha Flores iniciou suas atividades no Rio de Janeiro e agora com sed...


COLCHÕES ORTOBOM EM GAROPABA


COLCHÕES ORTOBOM EM GAROPABA

Colchões em Garopaba - Colchão solteiro, colchão casal, colchão queen, ...

Galeria de Vídeos

Praia do Rosa, sol nascente!!

Cobertura de eventos

Finais campeonato Municipal 2018Finais campeonato Municipal 2018

Fotos da Região

Fotos de Turismo Turismo

Lazer & Entretenimento

Viva Ibira - Turismo Ecológico Viva Ibira - Turismo Ecológico

Nossos espaços publicitários

Banners
Anúncios VIPs
Anúncios em Destaque

Veja nossa tabela de preços completa e escolha a melhor opção no site que apresenta

Resultados Comprovados!





Central de Vendas: contato@garopabamidia.com.br - Garopaba - SC - Brasil


Desenvolvido por :Afiliado Digital
Copyright 2000-2015 GaropabaMidia.com.br - Todos direitos reservados