GMIDIA.COM
publicidade

Conto e poesia no Garopa Literária

Escritor Paulo Scott é quem conduz a oficina A Escrita do Conto no festival


Conto e poesia no Garopa Literária O próximo autor integrante do Garopa Literária, Paulo Scott, já divide a vida com os garopabenses há um ano e meio. Nascido em Porto Alegre e tendo fixado residência no Rio de Janeiro por longa data, veio buscando algo novo. “Foi uma ruptura com a vida que estava levando no Rio de Janeiro (com os confortos e desconfortos do Rio). Morgana falava em morar em Garopaba, o caos no Rio foi se ampliando, havia uma vontade minha de voltar a lecionar na universidade. Foram muitas coisas, muitos fatores”, conta.

Escritor e professor universitário, escreve textos de dramaturgia e roteiros, colabora com revistas, jornais e suplementos de cultura do país e do exterior. É autor de diversos livros - que você confere abaixo - finalista e vencedor de prêmios, citando apenas o Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional.

É de Garopaba que sai a próxima obra,“Marrom e amarelo”. E pela confissão do autor, já se sabe o que esperar! “Desde os meus nove anos me sinto parte de Garopaba, temos casa em Garopaba, aprendi muitas coisas (especialmente sobre o lado simples da vida) com os meus amigos de Garopaba. É muito bom estar aqui não apenas de passagem, aprendendo com a gente daqui. Tudo isso, por certo, repercutirá no que estou escrevendo.”

Confira a entrevista para o GMídia

GMídia: Quando e como começaste a escrever?
Paulo Scott A escrita faz parte do meu processo de leitura, de fascínio pela leitura, pela descoberta de outras verdades, outras realidades - algo (uma busca) que está em mim desde sempre. Os primeiros poemas vieram aos doze (poemas escritos na escola por conta daqueles afetos, das paixões impossíveis daquela época, dos questionamentos daquela época também).

GMídia: Por que tu escreves?
Paulo Scott Porque preciso - é parte da leitura que faço do mundo (que preciso fazer do mundo para existir) e de mim mesmo.

GMídia: Qual a importância de se ter apoio de alguém próximo na hora de decidir a carreira a seguir ou de encarar a rotina escolhida?
Paulo Scott Intimidade, aposta, companheirismo - coisas desse tipo que não caem do seu céu no nosso colo.

GMídia: O que é fundamental para quem quer escrever?
Paulo Scott Não ter medo dos próprios fantasmas, não fugir da própria solidão. E talvez a manutenção do esforço na direção do reconhecimento (ou descoberta) dos próprios defeitos e fragilidades, dos defeitos e fragilidades que serão a marca única, a singularidade da sua voz de escritor (da composição daquilo que só você poderá dar, você e mais ninguém).

No Garopa Literária, Paulo Scott apresenta a Oficina Literária “A escrita do conto”, logo na segunda (5) e terça-feira (6). O horário é das 14h às 16h.

Saiba mais sobre as obras do autor
Livros de Paulo Scott

Voláteis, Objetiva, 2005
“Paulo Scott nos apresenta personagens intensos, que no entanto flutuam, sempre voláteis, como se estivessem à beira de voar ou de pegar fogo. A trama se tece como carros que disparam em alta velocidade, vai nos conduzindo rapidamente a um mundo bizarro e ao mesmo tempo por demais humano, tenso. Companhia das Letras

Habitante irreal, Rio de Janeiro: Alfaguara, 2011, Berlim: Wagenbach, 2013, Lisboa: Tinta da China, 2014, Londres: And Other Stories, 2014
“Durante seis anos, Paulo Scott arquitetou um manifesto contra os resultados produzidos por sua geração no poder. O “libelo”, concebido em forma de romance, se chama “Habitante Irreal” (...) Aborda a sua desilusão com a passagem dos contemporâneos pela política. Hoje, são homens e mulheres entre os 40 e os 50 anos que, na década de 80, eram jovens contestadores, idealistas e ousados.”
Revista Digital

O Ano em que Vivi de Literatura, Foz, 2015
“O achado – irônico – que dá nome ao romance do gaúcho Paulo Scott tem o mérito de produzir curiosidade com o paradoxo de ‘viver de literatura’. Ao longo da narrativa, percebe-se que os termos ‘viver’ e ‘literatura’ vão sendo matizados e relativizados, até o ponto em que já se tiver percebido que Graciliano, o escritor que protagoniza a obra, mal vive e mal escreve.”
Wilson Alves-Bezerra, O Estado de São Paulo

Ithaca Road, Companhia das Letras, 2013
“Aos poucos, numa prosa que parece crescer através de diálogos afiados e enredo cuja simplicidade sugere leituras sobre política de afetos, o autor revela desesperos contidos, emoções obstruídas por mecanismos de defesa nem sempre devidamente calibrados. Um romance em que o detalhe, a descrição minuciosa da cena, parece convocar o leitor a investigar o panorama geral de uma história de encenações.
Jornal Folha de Pernambuco

Mesmo sem Dinheiro Comprei um Esqueite Novo, Companhia das Letras, 2014
“A lírica do autor é poderosa. Sua verve é uma construção, uma lição de como se fazer poesia. E nada escapa desse fazer poético. (...)
Jornal de Alagoas

Ainda Orangotangos , Livros do Mal, 2003
“é um painel contundente de uma Porto Alegre habitada por pessoas que se movem impulsionadas por instintos e razões às vezes não-civilizadas.”
Jornal Zero Hora

O monstro e o minotauro, Dulcinéia Catadora, 2011
Livro artesanal, de tiragem limitada, produzido em coautoria com a cartunista Laertea convite da editora Dulcinéia Catadora e da Festa Literária de Porto Alegre – FESTIPOA.

Senhor escuridão, Bertrand Brasil / Grupo Editorial Record, 2006
“Uma poesia que surpreende o leitor pelas imagens aparentemente sem consonância. Mas tal estranhamento é estimado e perseguido pelo poeta.”
Jornal Correio Braziliense

A timidez do monstra, Objetiva, 2006
“Livro publicado sob o pseudônimo Elrodis. Nos dá o safanão inadiável e nos carrega para encarar uma manhã desfigurada.”
O Estado de São Paulo

No Blog do autor você lê muito mais

Fotos: Renato Parada.



Glaucia Damazio       30/05/2017 As 20:10:58


Fotos da notícia Conto e poesia no Garopa Literária

Boletim das Ondas

Veja o boletim completo

Praia da Ferrugem

O vento sopra forte e a formação das ondas está prejudicada na maioria dos picos da região. As dicas são os picos de Norte: Rosa, Silveira e Fer...


Planeta Água Distrib.Água Mineral, Gás e Bebidas em Geral.


Planeta Água Distrib.Água Mineral, Gás e Bebidas em Geral.

PLANETA ÁGUA - DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO DA ÁGUA MINERAL DA GUARDA EM GAROPA...

Fotos da Região

História História

Lazer & Entretenimento

Bowlder Park Bowlder Park




Central de Vendas: contato@garopabamidia.com.br - Garopaba - SC - Brasil


Desenvolvido por:GaropabaMídia
Copyright 2000-2015 GaropabaMidia.com.br - Todos direitos reservados