GMIDIA.COM
Aguá e Gás com o atendimento na medida
publicidade

Perdão!


Perdão! “Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra”

William Shakespeare

Esta semana assisti a uma palestra sobre o perdão, e o efeito foi tão positivo, que resolvi escrever sobre o tema. Virtude tão difícil de ser vivenciada, que evitamos falar e até pensar sobre o perdão, devido ao incômodo que ele nos causa. Por isso, fingimos esquecê-lo e o empurramos como sujeira para debaixo do tapete.

Relevar sempre, revidar jamais

Este princípio é simples, diz o ditado que dois só brigam quando querem. Rancor não leva a nada, faz mal às duas partes envolvidas, se o outro não se controla, não entre na sintonia dele, seja o pacificador.

Autocontrole

Não somos feras que agem por instinto, somos seres humanos e temos a capacidade de parar para pensar antes de agir. Ah, se fosse fácil... Na hora da raiva ninguém pensa e parte para o ataque a fim de se defender. E depois o estrago está feito! Por causa de poucos segundos podemos perder a vida, a liberdade, a amizade e principalmente a paz.

E como fazer para se controlar?

É uma questão de prática e dedicação a um objetivo, é necessário ter força de vontade. Nós podemos! Somos seres inteligentes e devemos usar nossas emoções somente para o bem. É comum ouvirmos (e dizermos!): “Eu agi assim porque estava muito emocionado, perdi a cabeça”. Que pena! Este tipo de atitude nociva, chamada instinto, é capaz de causar danos irreparáveis.

E por que perdoar?

O ódio é a maior chaga da humanidade, acredita-se que ele mata e destrói mais que todas as guerras da história juntas. E o pior, é um veneno que injetamos na própria veia. O ressentimento mina nossas energias, enfraquece a imunidade e causa doenças, a ciência já provou isso. É um dano que causamos mais a nós mesmos do que ao outro. Quem perdoa se livra desta carga negativa, se liberta do mal e pode seguir em paz.

E se o meu inimigo não quiser perdoar?

Faça a sua parte, se for possível tente se aproximar, conversar e acabar com as desavenças. Mas se não for, basta que o perdão seja sincero, que você tenha esquecido a ofensa, não guarde mágoa nem desejo de vingança, e queria bem a esta pessoa.

Quem tem uma crença ou religião sabe que a oração tem poder infinito, reze, ore, peça por este irmão. Assim a vida se encarregará de colocá-los no mesmo caminho e, quem sabe um dia você tenha a oportunidade de ajudá-lo.

O que acontece quando fazemos o bem ao inimigo?

Primeiramente estaremos fazendo bem a nós mesmos, e também conseguiremos tocar o coração do outro. O ser humano tem a essência para ser bom, se não o é, é porque está no caminho errado. Toda ação gera uma reação, assim como o ódio contamina, o amor também contagia as pessoas.

Quando seu inimigo se sentir ajudado, acolhido e amado, ele sentirá vergonha do que fez e verá que você não é mais como antigamente, evoluiu e superou o mal, está fazendo o bem, ele terá vontade de copiar seu exemplo.

Bonzinho, eu? Apenas alguém que acredita que a tolerância também é uma forma de liderança. Façamos o teste e vejamos os resultados.


* Agradeço à palestrante Terezinha Cadais Semen.



Allan Athos       28/01/2016 As 21:36:02


Dedetizadora Pampa


Dedetizadora Pampa

A Dedetizadora Pampa atendendo em Garopaba e região é uma empresa voltada...


Guinza Cortinas


Guinza Cortinas

Garopaba com ainda mais charme. Guinza Cortinas um conceito inovador na art...

Galeria de Vídeos

Rosa Norte nessa manhã de sexta feira S...

Cobertura de eventos

Quermesse Garopaba 2018 5º diaQuermesse Garopaba 2018 5º dia

Fotos da Região

Fotos de Garopaba Garopaba

Lazer & Entretenimento

Meri Assessoria Esportiva Meri Assessoria Esportiva

Nossos espaços publicitários

Banners
Anúncios VIPs
Anúncios em Destaque

Veja nossa tabela de preços completa e escolha a melhor opção no site que apresenta

Resultados Comprovados!





Central de Vendas: contato@garopabamidia.com.br - Garopaba - SC - Brasil


Desenvolvido por :GaropabaMídia
Copyright 2000-2015 GaropabaMidia.com.br - Todos direitos reservados